Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




por The Cat Runner, em 26.08.17

Os Trollibãs

ExercitodeTrollsEasyResizecom.jpg

 

 

 

No outro dia, quando acordei, veio-me à ideia uma ideia.

Como sou trabalhador nocturno costumo levantar-me só ao fim da manhã.

Qual viciado a primeira coisa que faço é ver as redes sociais, depois os push ups. Fazia.

Aquilo começou a irritar o meu irritado acordar e decidi mudar de táctica.

As caixas de comentários dos digital media e das redes sociais são extremamente tóxicas, muitas vezes e isso, acho eu, influêncía o sub-consciente, pobre coitado, que nem sequer ainda lavou a cara.

Agora, qual viciado a primeira coisa que faço é acordar, depois, então, ligo-me.

Tem resultado. Tenho acordado mais bem disposto.

Há dias, enquanto bebia uma bebida de aveia com café, dei comigo a pensar num nome que retratasse alguma fauna que habita dentro do Facebook e Twitter, sobretudo.

Pequenos seres que desejam o extermínio virtual (às vezes real) de determinada pessoa, só porque sim. Pequenos seres que ostentam fotos na sua cronologia, nas quais somos todos isto e aquilo, até Charlies.

Esses são Talibãs.

Uma outra sub - espécie, que deriva dos Talibãs, são os Troll.

Pequenos seres que têm opinião imaculada, forte e imbecil sobre tudo e qualquer coisa. Só não opinam sobre o vazio das suas opiniões, julgando-se sempre detentores da sabedoria e da verdade. Nem sobre os muitos erros de português que dão.

O Facebook e o Twitter foram povoados pelos Trolls e pelos Talibã virtuais.

Eles nascem nas caixas de comentários dos jornais online, alimentam-se e partem para a sua aventura nas redes sociais.

Há, depois, as pessoas normais, urbanas, civilizadas, que respeitam, argumentam com ideias, e que também povoam as redes sociais, mas em menor número.

Troll com Talibã dá Trollibã, sem espinhas.

Engoli o último trago do meu café da manhã, sem leite, que isso faz-me azia, como os Trollibãs.

O que os lixa, na sua Sharia virtual é que os normais continuam a pensar e a retirar do mau algo de bom.

A saber,

Profissionalmente, através o Facebook (que o Instagram e o LinkedIn são outra coisa) consegui trabalho, arranjei trabalho, conheci pessoas, troquei ideias.

É lá que sigo quem me segue e ao meu trabalho, é lá que está o meu barómetro.

Pessoalmente, reencontrei amigos que há muito não via, soube do desaparecimento de outros, mas também dos aniversários de muitos, fui assediado, se calhar, sem me dar conta, ou não, assediei, resolvi problemas da tv cabo, comprei carro e mota, quase vendi a casa.

O ócio.

Farto-me de rir, por causa das coisas non sense que dizem e escrevem, e também porque há gente com imenso sentido de humor e inteligência, informo-me, vejo o mundo ao segundo, com fotos e vídeos, opino, “desopino”, desopilo.

Tudo isto no Facebook, que o Twitter visito poucas vezes, que aquilo é intelectuais a mais para um pobre como eu.

Tal como os Trollibãs que se me atravessam pela frente, silenciosamente, desopilam e só dão conta muito tempo depois.

Eu já fui Troll. Eu já fui Talibã.

Mas, eles não sabem. Nunca calçaram os meus sapatos.

Um amigo disse que inventei o “termo do ano”.

Não, respondi-lhe.

Eles existem, eu só os juntei, para os irritar.

Esta noite, o McGregor luta com o Mayweather.

Há lá alguma coisa mais alucinante que um bom e duro combate?!

Os Trollibãs também vão ver, mas não vão perceber rigorosamente nada.

 

(Vídeo nice, este, dedicado aos Trollibãs)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:09



Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2018
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2017
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2016
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2015
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2014
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2013
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ