Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O MEU CORAÇÃO SERÁ SEMPRE TEU (DIA 3 DA MARATONA)

Sexta-feira, 12.01.18

IMG_20180112_142212_resized_20180112_103658842.jpg

 

 

Hoje passei o dia inteiro a chorar.

Verdade !

E nem treinei, nem fiz massagens.

Pausei o programa de recuperação e de treino por um dia, porque tinha mesmo que ser assim.

Devo treinar quatro vezes por semana, treinei três, este Sábado recupero.

Passei o dia inteiro a chorar, precisamente por causa deste Sábado, precisamente, porque estive a viajar dentro da minha própria história, nos últimos 18 anos.

Verdade !

O meu filho faz 18 anos este Sábado.

É um momento que sempre soube que ia chegar, embora nunca tenha pensado nele de forma perfeitamente objectiva.

Não estou preparado, confesso.

Vou treinar e a coisa passa-me, bem sei. Sou de repentes,  mas ainda não estou preparado, pela manhã já estarei, até porque temos jantar com a família mais próxima e com os padrinhos e a pessoa tem que se mostrar forte, mesmo com o coração derretido.

Decidi-me, então,  a abrir a timeline e começar a editar o vídeo, pois já não tinha mais por onde fugir, aprendi que não se foge das memórias bonitas, embora elas nos choquem.

Tinha menos de 24 horas para o ter pronto.

Lembro-me perfeitamente daquela tarde de quarta-feira, estava sol.

Marcámos encontro junto à estação dos autocarros.

Semanas antes tinhas-me surpreendido com a notícia, a melhor das nossas vidas, o teste tinha dado positivo.

Aquela tarde, naquele momento quando te vi sair do consultório do ginecologista, confesso, acabou por ser uma das tardes mais nervosas da minha vida, tive outras, entretanto, mas aquela…

“O médico diz que está tudo bem, é um rapaz!”.

Vejo os nossos sorrisos, agora mesmo, enquanto escrevo.

Lembro-me de te abraçar muito, como te abraço, às vezes.

Tinha começado, ali mesmo, a mais bela das histórias de amor.

Inquietude, incerteza, sonho, medo, coragem, sorriso, lágrimas, tudo se encaixava, na perfeição, a partir daquela tarde em diante.

E, passaram 18 anos, num instante.

Em vez de ir treinar passei o dia inteiro a editar um vídeo com 20 minutos.

Nesse vídeo, que começa no dia do nascimento do nosso filho, desfilam as memórias mais belas, que emocionam tanto, porque tens sido imensamente feliz, e não te tens dado conta, nestes anos todos. Foi ontem, e hoje é um homem.

Chorei muito, porque tinha que chorar, porque não o evitei, porque nós choramos, quando somos felizes.

Andava há duas semanas para editar o vídeo, tinha as imagens todas na timeline, mas fugi dele e delas, como o diabo foge da cruz.

Disseste-me “vai ser duro”.

Foi muito duro, mas foi muito bonito reviver a nossa felicidade estampada no rosto do ser humano mais fantástico que alguma vez conheci, o nosso filho.

Está lá tudo, a primeira vez que chegou a casa, a primeira vez que o levamos à rua, a passear, a bola que o Eusébio lhe deu, e a foto dos dois, com o meu pai, a tia Paula e o tio Pedro, os avós, o beijo na tua barriga, como que a dar as boas vindas à Maria, está lá tudo, meu amor, até as minhas lágrimas felizes.

Foi saborosamente duro, saber que temos sido tão felizes, saber que aquelas fotos tão cheias de vida jamais voltarão àquela tarde de sol, quando saíste do consultório do ginecologista e me disseste, “é um rapaz…”

O meu texto acaba aqui.

Voltei a chorar e tenho um noticiário para apresentar.

Hoje não treinei, mas acho que o meu treinador vai compreender.

O meu filho é um homem e eu estou emocionado.

Rodrigo, o meu coração será sempre teu.

Guarda este texto, ele é teu, como o meu coração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por The Cat Runner às 22:34


6 comentários

De Alice Alfazema a 12.01.2018 às 23:10

Parabéns!

De The Cat Runner a 15.01.2018 às 20:09

Obrigado, um abraço.

De Anónimo a 12.01.2018 às 23:21

Como te entendo. Também revi hoje, os 14 anos do meu filho mais velho, mas com um olhar para um futuro cada vez mais próximo como o teu...os 18 anos do meu filhote Tiago...afinal faltam SÓ 4 anos. A vida é um momento, um ápice. Saibamos desfrutar do melhor que temos, que é sem dúvida alguma a nossa Família. Abraço CatRun :)

De The Cat Runner a 15.01.2018 às 20:08

E, que não nos esqueçamos disso, no dia-a-dia.
Obrigado, pelas palavras,

abraço,

De Anónimo a 14.01.2018 às 15:06

Excelente blogue!

Não sei se já ouviram falar na RNR!

Disponibilizam o calendário das mais importantes provas nacionais e podem partilhar as vossa conquistas com outros corredores!

Tenho usado e tem contribuído muito para que me supere cada vez mais...

Podem fazer download aqui:
https://itunes.apple.com/us/app/rnr/id1305109154?l=pt&ls=1&mt=8</a>

De The Cat Runner a 15.01.2018 às 20:07

Obrigado, pelo "excelente blog",
Não ouvi falar, até agora, mas vou já espreitar.
Um abraço

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031








comentários recentes

  • The Cat Runner

    Viver em ansiedade é mau. Retira-me a vontade. Hoj...

  • Ana

    Também soube desse desaparecimento e tenho andado ...

  • The Cat Runner

    O melhor foi nos dias seguintes, mas isso só logo...

  • Ana

    Boa. Fantástico.

  • The Cat Runner

    Se não saiu deve esra a sair :)

  • Ana

    Vá lá... Queremos saber.

  • The Cat Runner

    Boa noite,fico sem palavras depois de ler o seu c...

  • Anónimo

    O ano passado tive o prazer de participar na Corri...

  • The Cat Runner

    É assim, a vida. Obrigado, pelo seu comentário. Bo...

  • Alfredo Simões

    Às vezes a vida não é fácil e a apreciação dos nos...