Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




por The Cat Runner, em 21.02.18

METADE DA VIDA

 

IMG20180220015006EasyResizecom.jpg

 

 

A TVI fez 25 anos.

É uma porção de tempo respeitável.

É uma porção de tempo que merece respeito.

Sobretudo, respeito por aqueles, tantos, que ao longo de 25 anos deram e receberam, muito.

Nunca o disse, mas tenho uma TVI só minha, não dá para me a tirarem.

Metade da minha vida foi passada dentro dela, com ela.

Tenho 48 anos, estou lá há 24 (23 e meio), ela tem 25.

Entrei solteiro. Casei.

Entrei sem filhos. Tenho dois.

Entrei novo. Estou velho.

Entrei com sonhos. Concretizei alguns.

Entrei ninguém e ninguém continuarei a ser quando sair.

Mas, não há volta a dar, a TVI, é como a olho, corre-me nas veias, bomba-me o coração, está tatuada na pele.

Entrei tinha ela um ano e meio, estava a começar a dar os primeiros passos.

Ela mudou, muito, muitas vezes.

São as pessoas que fazem a história e, tantas que por lá já passaram. Eu, continuo.

Por quanto tempo?

Não sei, não faço ideia.

IMG_20180220_163607_059.jpg

IMG_20180220_222956.jpg

IMG_20180220_224948_086.jpg

IMG_20180221_134341_206.jpg

IMG_20180221_134424_041.jpg

 

FB_IMG_1519143988720.jpg

IMG_20180220_013317.jpg

 

Toda a vida defendi a minha TVI com dentes cerrados. Quando ela não tem defesa limito-me a calar-me.

Tantas vezes me zanguei com ela, tantas vezes me desiludiu, tantas vezes me revoltei.

Tantas vezes chorei, mais de alegria, tantas vezes me senti orgulhoso, tantas vezes, a caminho da TVI pensava “vou fazer aquilo que se calhar milhões adoravam fazer”.

A TVI ensinou-me a valorizar a vida.

No deve e haver, os maus momentos não conseguem, de todo, superar o tudo de bom que a TVI me deu e me fez. Muito menos mesmo os piores momentos.

A nossa relação é de marido e mulher.

Mesmo quando ela não me liga nenhuma faço questão de lhe mostrar que eu estou ali.

A TVI fez 25 anos.

Apeteceu-me escrever sobre ela, a minha TVI, não é sobre a TVI que toda a gente vê. É sobre a minha.

Foi ela que me abriu as portas para ensinar, para dar aulas, foi ela que me criou condições para casar, comprar uma casa, constituir uma família, foi ela que colocou o esforço do meu trabalho aos olhos das pessoas.

Foi ela que me deu algo que nunca pensei ter; o reconhecimento do meu trabalho, no meu país, por parte dos meus concidadãos.

No dia que eu morrer haverá pelo menos uma alma que dirá: aquele gajo foi jornalista da TVI.

A TVI mudou tantas vezes que, por vezes, dou comigo a perguntar se é a TVI.

É.

Será sempre.

Por isso acabei o jornal da meia noite de uma forma extremamente intensa, para mim;

A TVI fez 25 anos.

Espero que nos acompanhe nos próximos 25.

(Mesmo que eu já lá não esteja)

A TVI é como os meus braços, pernas, coração, alma, faz parte de mim.

Peço menos, a minha TVI.

Que eu tenho uma só para mim !

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10



Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2018
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2017
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2016
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2015
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2014
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2013
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ