Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Cat Run

Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

The Cat Run

Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

10.09.15

DOMINGO É DIA DE CORRIDA


The Cat Runner

Corrida_Bosch_w982.png

 

Aveiro e Ílhavo. O cenário para a Corrida Solidária Bosch, este domingo, dia 13.

É uma daquelas corridas que, os que gostam de correr, gostavam de correr.

É mais uma - cada vez existem mais - corrida com objectivo de ajudar.

Por isso, a Aveiro e Ílhavo vão chegar atletas de todos os pontos de Portugal. Gente que gosta de correr e gente que gosta de ajudar a correr.

Os fundos recolhidos junto de parceiros e participantes serão doados a 4 instituições de solidariedade social de âmbito local e ao IPO Porto.

A organização envolve parceiros locais, nomeadamente as Câmaras Municipais de Aveiro e Ílhavo, a Universidade de Aveiro e a Associação Industrial do Distrito de Aveiro.

O simbolismo desta 4ª edição não se limita à solidariedade, à ajuda, vai além disso e, por isso, é uma prova simbolicamente marcada no calendário, ela vai contar com a presença e incentivo da antiga campeã olímpica, Fernanda Ribeiro.

Ao lado so motivos e dos objectivos desta corrida solidária, corre também Fernanda Ribeiro, e não é todos os dias que podemos estar próximo de uma campeã olímpica, de uma marca do atletismo mundial.

 Impulsionada pelo sucesso das edições dos anos anteriores, que no total somaram 6 mil participantes, a organização entregou mais de 150 mil euros a instituições locais e nacionais.

Este ano, a organização pretende volta a encher a cidade de Aveiro com uma das corridas mais solidárias de Portugal.

“Para este ano os nossos objetivos são altos, mas a adesão dos nossos parceiros e das pessoas tem corroborado as nossas expetativas. Acreditamos que uma empresa com o impacto que a Bosch tem na economia tem de ter uma forte política de responsabilidade social, e é com essa crença que temos trabalhado para fazer crescer a prova, tornando-a numa das mais solidárias do país.”, explica Nathalia Pessôa, Diretora de Comunicação do Grupo Bosch em Portugal.

Desta forma, a meta, para a edição deste ano é ultrapassar o valor angariado em cada edição dos anos anteriores e garantir, desta forma, aindamais apoios a instituições de solidariedade social.

 O valor angariado através do apoio de parceiros e das inscrições reverte totalmente a favor de cinco instituições: uma de âmbito nacional – IPO Porto – e quatro instituições locais – Centro Social de Azurva, Aveiro; Lar do Divino Salvador, Ílhavo; Associação Humanitária dos Bombeiros de Ílhavo; e ainda o Fundo de Social da Universidade de Aveiro.

A Corrida Solidária Bosch liga as cidades de Aveiro e Ílhavo no percurso de 10km em corrida, com partida da Calçada Carlos Paião, em Ílhavo, às 10h30, e através de uma caminhada de 4km com partida às 9h45, na Reitoria da Universidade de Aveiro.

A organização aguarda a participação de mais de 2 mil pessoas.

O Gato foi amavelmente convidado, mas já tinha uma outra corrida em agenda, porque o Gato, quando pode, gosta de correr ao Domingo.

Os convites, ao longo da semana, são vários, e é impossível o Gato ir a todas, em compensação, não vai mas escreve sobre algumas.

Domingo é dia de corrida. Depois escrevo sobre ela.

No ano passado dei-me mal.