Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Cat Run

Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

The Cat Run

Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

11.11.22

CAFÉ, QUARTA FEIRA, ÀS 10H, NA ESPLANADA DO COSTUME


The Cat Runner

20221110203023EasyResizecom.jpg

 

Tenho andado aqui a tentar não me perder, a tentar o racional e o irracional, para manter o equilíbrio que permite ser frio, objectivo, pragmático, teoricamente, mais forte, mas tenho lutado com forças esmagadoras e assustadoras. Por vezes sinto que não vou conseguir ser esta trave onde todos se sustentam e, neles, me sustento eu.

Todas as frases feitas, citações famosas, sobre coragem, esperança ou outra qualquer fé que nos sirva no momento, tornam à sua condição de caricatas. Não fazem qualquer sentido quando se trata de aceitar o que achamos ser inaceitável e sabemos ser inevitável.

Tenho andado aqui a tentar não me perder, desdobrando pobres invisíveis, para não largar a mão dos que à minha volta tentam o racional e irracional para manter o equilíbrio que permite ser frio, mais forte, embora todos estejamos no canto de um ringue a levar tareia.

Mas, não somos nós o lutador. Nós apenas lutamos por ele.

Estamos numa batalha, unidos pelo que sempre nos uniu, o afecto, o amor, a presença e as gargalhadas, estamos unidos, porque somos uma família que está a suportar-se de um modo inacreditavelmente bonito, numa altura tão cinzenta das nossas vidas.

Estamos todos preocupados com um de nós, enquanto, não admitimos, mas estamos também preocupados com cada um dos outros.

Não admitimos para não preocupar.

Estamos a gerir a situação mais meticulosa da nossa vida, em comunhão total, também porque acreditamos que a nossa energia pode ser a maior transfusão de alma.

Não sabemos o que nos trazem as próximas horas. Nem de bom, nem de mau. Simplesmente, não sabemos.

Mas, já mencionámos uma frase que mencionamos sempre que vivemos dias como estes: “é mais uma batalha e vamos ganhar, é mais uma batalha para ganhar”.

“O pai disse que quer que tu vás para os Açores passar o teu aniversário. Diz que quer ter a cabeça descansada. Disse-me mesmo agora”.

Eu vou.

Ninguém pode recusar um desejo a um lutador.

Até porque sei que, quando voltar, iremos tomar café, de manhã, aqui na esplanada à porta de casa.

 

1 comentário

Comentar post