Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




por The Cat Runner, em 07.11.16

ALICE E O GOLO À BARRA

IMG1942EasyResizecom.jpg

 

 

Dia 37

06/11/2016

 

Alegrias e desilusões...

 

Alice é campeã europeia.

Há muitas gatas que não podem dizer o mesmo.

Alice, quase que nasceu ali por alturas do golo do Éder. Falhou por um mês e dez dias.

Eu não tive oportunidade de ter ido à veterinária, no primeiro dia em que Alice chegou cá a casa. Pena.

Teria tido uma conversa franca com a médica, teria apelado ao seu ego e patriotismo, estou certo que chegávamos a um entendimento, para atrasar a data de nascimento de Alice um mês e dez dias.

Mas, não estive, e o nascimento de Alice ficou registado um mês e dez dias depois do golo do Éder, que ainda hoje me tira do sério, adoro rever no Youtube.

Alice também já o viu.

Uma gata campeã da Europa, cum carago!

Mas, Alice nunca tinha visto um jogo de futebol.

Eu, que ligo pouco à bola, fruto de umas desilusões com seres humanos (os humanos desiludem-me, alguns, às vezes, até eu me desiludo), ganhei o hábito de ver ou ouvir os grandes jogos com uma companhia especial. Não é Alice.

Gosto de ver os jogos com ela, em recolhimento. Só os dois, enquanto petiscamos umas coisas.

Digo ouvir, porque quando o Benfica foi tri-campeão ouvimos o relato, no carro, a caminho de casa, vindos de uma corrida, no Douro.

Quando Éder marcou o golo mais memorável da nossa história, estávamos os dois, sozinhos, em casa.

Eu, que ligo pouco à bola, fruto de umas desilusões com seres humanos (os humanos desiludem-me, alguns, às vezes, até eu me desiludo), ganhei o hábito de ver ou ouvir os grandes jogos com uma companhia especial.

Desta vez, com Alice, desta vez, Alice foi à bola. Pela primeira vez na vida.

FCP-SLB. Estádio do Dragão. Domingo à tarde ( a bola devia jogar-se sempre à tarde, a partir das três da tarde, os últimos jogos deviam ser às seis da tarde, no máximo).

Era um jogo que decidia rigorosamente nada.

Mas, ia ser um bom jogo, como são sempre os clássicos. Todos clássicos, por isso são clássicos, e vice-versa, como diz Mário Jardel.

Alice decidiu deitar-se (pensando nós que durava segundos), em cima das pernas da minha companhia dos jogos especiais. A julgar pelas calças, Alice pendia para um dos dois lados. Foi pendendo, até adormecer.

Acordou com o golo do FCP. Limitou-se a abrir a pestana.

Ficou atenta. Não sei se as calças estavam a ter influência no seu comportamento, mas sei que ficou atenta, vigilante.

Por essa altura já Rui Vitória tinha mexido no onze. Nuno Espírito Santo também. E, eu também.

Já tinha ido à cozinha umas duas vezes.

Alice não se mexia.

Estava ali há mais de uma hora (a foto foi tirada antes do 1-0).

IMG1977EasyResizecom.jpg

 

“Sabe tão bem, parece um mini-forno”.

O que me custa é que tenho pena que Alice não tenha visto aquele golaço do Éder, aos 108 minutos de jogo, na final do Europeu. Falhámos por um mês e dez dias.

Não sei se mais alguma vez vamos chorar, gritar, correr, saltar, abraçar tanto como naquele fim de tarde de Julho. Tenho pena de Alice, por isso.

Isto, porque fiquei com uma certeza; Alice gosta de ir à bola.

Já não gosta só de jogar, também gosta de ver.

Alice levantou-se faltavam dois minutos para o fim do clássico, no estádio do Dragão.

Esticou as pernas de trás, depois as da frente, depois o pescoço, depois voltou à posição normal.

Saltou (para a alcatifa), correu (em direcção à cozinha), miou (enquanto corria), voltou e veio para junto de mim, como que a abraçar-me.

Alice faz isso todos os dias, várias vezes, como se estivesse a comemorar o golo do Éder, na final do europeu, a dois minutos do fim.

Tivesse eu lá estado naquele sábado e, tenho a certeza, tinha convencido a doutora a atrasar-lhe a data de nascimento um mês e um dia.

Gostava que Alice tivesse nascido no dia do golo do Éder.

A ver, qual é o próximo jogo especial, pode ser que o Éder jogue.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34



Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2018
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2017
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2016
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2015
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2014
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2013
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ