Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Cat Run

Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

The Cat Run

Uma cena sobre corrida em geral e running em particular e também sobre a vida que passa a correr. Aqui corre-se. Aqui só não se escreve a correr. Este não era um blog sobre gatos. A culpa é da Alice.

O CORAÇÃO MANDA NISTO TUDO

03.07.21 | The Cat Runner | comentar
  O meu coração fica mal se não me ouvires até ao final. Vou-te confessar, ando assustado há muito tempo, desde o tempo em que dei um mergulho no meu íntimo e deixei de te ver, perdi-te de vista, como me perco tantas vezes, foi o que eu (...)

UM GAJO MAL PÁRA EM CASA

27.06.21 | The Cat Runner | comentar
    Hoje fui à janela. Quando vou à janela costumo deter-me em pensamentos quase quase quase obsessivos. Dei comigo a pensar em mudar de casa. Isto são mudanças à cadência de uma maratona do Kipchoge. Enquanto viajas na cabeça do (...)

FICÇ(XAÇ)ÃO

04.06.21 | The Cat Runner | comentar
  Estive, seguramente, uns vinte minutos a olhar para esta página, em branco. Pisque os olhos e sinta-a, em branco. O acto de escrever é profundamente libertador para mim. Tem um problema: escrevo-me. E, não gosto. Mas, também não gosto (...)

ENTRE UM ROBALO E UM CIGARRO

27.05.21 | The Cat Runner | comentar
  Gosto de jantar a dois tempos. Gosto de fazer tudo a vários tempos, dá mais prazer, que sofrimento é caminhar sobe lava a sair de um vulcão qualquer. Há quem não goste, mas eu gosto de fumar um cigarro a meio de um jantar, se ele (...)

O HÁBITO FAZ O MONSTRO

26.05.21 | The Cat Runner | comentar
  O ser humano é de uma genialidade brutal e até chocante. Habitua-se. Habitua-se a tudo. A sua genialidade encerra aquilo que ele entende ser a sua realidade perfeita, o espaço e o tempo que ele idealiza. É brutal porque desvenda uma (...)

QUE PARE O TEMPO

24.05.21 | The Cat Runner | comentar
  “Ouço” sempre as horas, anunciadas, hora-a-hora, pelo sino da igreja. Vivo na cidade onde se escuta o sino da igreja dar as horas, que deviam guiar-nos pelo tempo dentro. Hora-a-hora, sem dó nem piedade, porque o relógio, mesmo (...)

ENGANOS E JANELAS ABERTAS

09.05.21 | The Cat Runner | comentar
  Hoje, enquanto arrumava a cozinha, depois do almoço, tardio, como sempre, entrou-me um pombo pela janela, aberta, por onde deixo chegar a brisa calma. Nem sei bem explicar porquê, mas convidei-o a sentar-se, para que não se sentisse um (...)